“Conversas de botequim”, antologia de contos baseados em canções de Noel Rosa

Será lançado agora em maio, pela Mórula Editorial, a antologia de contos baseados em canções do Noel Rosa, “Conversas de botequim”. Participo com uma história baseada no samba “Feitio de oração”, um dos meus preferidos do Noel. A coletânea foi organizada por Henrique Rodrigues e Marcelo Moutinho, que também participam como autores. Completam o time muitos nomes da literatura e da música brasileira, como Aldir Blanc, Flávio Izhaki, Marcelino Freire, Socorro Acioli, Nei Lopes, Verônica Stigger, e muitos outros.

Cada autor escolheu uma canção do sambista para criar livremente uma narrativa, que guardasse alguma relação com a composição original. Eu sempre vi algumas coletâneas desse tipo serem lançadas (já houve uma dos Beatles, do Chico Buarque, etc.) e tinha muita vontade de participar de alguma, especialmente se fosse inspirada em algum músico ou banda que eu admirasse. Sou bem fã do Noel e foi ótimo receber o convite.

Escolhi “Feitio de oração” por ser uma das minhas favoritas e baseei meu conto principalmente no verso que diz “Essa triste melodia/que é meu samba em feitio de oração”. Criei a história de uma mulher que se torna freira e vai morar em um convento, por não querer se casar com nenhum homem em uma época que deixava poucas alternativas a essa escolha. Ela tem um sentimento platônico por outra mulher e, nas horas de rezas, dentro da clausura, fica a sussurrar sambas dedicados a ela, que tanto gosta do gênero. Deixo um trecho aqui, para vocês conhecerem:

Porque eu sussurro: bendita sois vós entre as mulheres, e a imagem que desabrocha dentre outras é a sua. Então, recomeço. Meus lábios exalam pouco mais que sibilações rarefeitas, em esquiva dessas palavras que deveriam me elevar aos Céus, mas se extraviam e conduzem a quedas. Desde o início: ave sem voo possível, engalfinhada à sua lembrança. As sílabas seguintes, essas minha língua perpassa com a maior cautela, mas não há como permanecer imune: Maria é já o seu nome, só seu. Recomeço outra vez. Ave. As contas do rosário roçam de leve minhas mãos, cócegas delicadas eriçando as linhas da palma. Maria. Contenho o meu riso e lembro do seu, dentes abertos em um halo muito branco, naquela tarde em que te expliquei estas rezas e recebi suas gargalhadas ao nomeá-las “os mistérios gozosos”. Cheia de graça – é mesmo você. Recomeço.

De nada adianta todo esse estatuário a me cercar, com seus olhos e espinhos, o meu pensamento recai sobre você. Com meu coração debatendo-se entre a tormenta e a calma, imagino onde deve estar, Maria. Provavelmente, agora lá na Penha, a cantar com satisfação. Vislumbro sua dança que não posso presenciar, as pernas morenas açoitando o chão em harmonia e fúria. A saia curta se agitando, coroa de pétalas em convulsões a espalharem um pólen invisível, ardente, pelo ar já latejante do samba. A sua fartura rebatendo justamente no apetite dos homens, tantos a te cercarem com aqueles olhos de roubar a alma e aquelas mãos de roubar o corpo. Chamo-os legião, porque são muitos. E sofro por você, temo por você. Te quero ilesa.

O livro pode ser comprado no site da editora, na Amazon, na Saraiva, na Livraria Cultura ou em outras livrarias de sua preferência.

O lançamento será no Rio de Janeiro – RJ, no próximo sábado, dia 06/05, a partir das 14h, na Livraria Folha Seca (Rua do Ouvidor, 37 – Centro). Vai ter roda de samba com Chico Alves e convidados – tocando muito Noel Rosa, claro – além da presença de alguns dos autores autografando o livro. Estão todos convidadíssimos. Eu, infelizmente, não poderei ir dessa vez.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s